Bancada de testes de armas de fogo por acionamento remoto

Marcos Barkev Arakelian, Antonio Manoel Dias Henriques, Charles Albert Andrade

Resumo


Anteriormente a execução do presente projeto, ou seja, julho de 2017, todos os testes de armas de fogo realizados na Seção de Balística Forense da Polícia Civil do Distrito Federal eram realizados manual e presencialmente. Considerando que, nem todas as armas de fogo e munições apreendidas possuem confiabilidade em sua integridade, o perito corria sérios riscos ao realizar os testes. No intuito de modificar esta situação, este trabalho teve o objetivo de projetar e construir uma bancada de testes para armas de fogo em que seu acionamento é feito de forma remota e segura. O projeto foi dividido em quatro etapas. Sendo a primeira etapa a de análise de alternativas e tomada de decisões, seguida pela etapa de dimensionamento, e, por fim, a fabricação e montagem da bancada de testes, assim como seus respectivos testes. Como resultado final, obteve-se uma bancada de testes operando com eficiência e segurança.


Palavras-chave


Armas de Fogo; Balística Forense; Bancada Experimental; Disparo Remoto

Texto completo:

PDF

Referências


D. Tochetto. Tratado de Perícias Criminalísticas – Balística Forense. 1. ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 1999.

C.A. Andrade. Relatório de Gestão da Seção de Balística Forense – SBF, 2017.

J.A. Collins. Projeto mecânico de elementos de máquinas: uma perspectiva de prevenção de falha. 1. ed. Rio de Janeiro: LTC, 2015.

E. Rabello. Balística forense. 4. ed. Porto Alegre: Sagra-DC Luzzatto, 1995.

M. Bussard et al. Ammo encyclopedia. 4. ed. Minneapolis: Blue Book Publications, 2012.

G.M. Chinn. The machine gun - volume IV. 1. ed. Bureau of Ordnance, Department of Navy, 1955.

T.J. Griffin. Reloading handbook. 48. ed. Middleton: Lyman Products Corp, 2002.

S. Fadala. The complete blackpowder handbook. 5. ed. Iola: Krause publications, 2006.

Seção de Balística Forense. Procedimento Operacional Padrão 03 – Procedimentos de Segurança. Brasília: PCDF, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.15260/rbc.v7i2.252

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.