Incorporando graus de liberdade de rotação em modelo clássico em acidente de trânsito – modelo de espalhamento entre dois veículos

Flávio Henrique Severino Oliveira Vieira

Resumo


Neste trabalho é apresentado de modo detalhado um modelo simples onde é introduzido o grau de liberdade de rotação no espalhamento de dois veículos, sendo o modelo clássico apresentado em detalhes na referência [3]. São adotadas aqui as mesmas aproximações não rigorosas quanto a dissipação de energia e momento no vértice de interação entre os veículos, sendo este efeito desconsiderado. O objetivo principal é o estabelecimento de um modelo com a incorporação de graus de liberdade de rotação para comparação do seu efeito frente ao modelo de “pontos materiais” usualmente empregado. Tal modelo aqui apresentado encontra-se em trabalho de formação de curso da ACADEPOL São Paulo do ano de 2006 de autoria do presente.

Palavras-chave


Acidente; Trânsito; Rotações; Física; Modelo

Texto completo:

PDF

Referências


R.F. Aragão. Acidentes de Trânsito, aspectos técnicos e jurídicos. 3ª Edição. Millennium, Brasil (2003) 408p.

J.B. Marion; S.T Thornton. Classical Dynamics of particles and systems. 5ª Edição. Brooks Cole – Thomson Learning, Estados unidos (2004) 672p.

O. Negrine Neto; R. Kleinübing. Dinâmica dos acidentes de trânsito, análises, reconstruções e prevenção. 2ª Edição. Millennium, Brasil (2006) 264p.




DOI: http://dx.doi.org/10.15260/rbc.v1i1.9

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.